O que é preciso para contratar um plano de saúde familiar?

0

plano de saúde familiar

A saúde de quem amamos deve estar sempre em primeiro lugar. E, para quem tem filhos, essa preocupação deve ser ainda maior. Para evitar filas e tempo longo de espera por uma consulta, a melhor opção é contratar um plano de saúde familiar.

Hoje, esse processo é bem menos burocrático e bem facilitado pelas operadoras. Então, com apenas algumas providências é possível manter a família toda protegida e ter acesso a profissionais, hospitais, clínicas e laboratórios de qualidade.

E do que você precisa para realizar essa aquisição? Está tudo detalhado aqui, neste artigo. Continue a leitura para saber mais!

Quais as condições para se contratar um plano de saúde familiar?

A princípio parece óbvio, mas muita gente se esquece de que para contratar um plano de saúde familiar é preciso comprovar o vínculo de parentesco entre os usuários. Essa é a primeira e mais importante condição para ter esse benefício.

Um titular deve ser escolhido, para ser responsável pela contratação, e em seguida os dependentes devem ser definidos. A depender do tipo de plano, há um limite para a quantidade de pessoas beneficiadas, então é importante se informar a respeito.

Em seguida, é fundamental escolher um plano que inclua todas as especialidades de necessidade da família. Dessa forma, todos serão bem atendidos e não enfrentarão qualquer dificuldade mesmo em urgências e emergências.

plano de saúde familiar

O que deve ser considerado na hora da contratação?

Em primeiro lugar, leve em conta a gravidade dos problemas de saúde que a família está sujeita. Doenças crônicas e atendimentos especiais precisam de um plano de saúde familiar mais complexo, que inclua, por exemplo, internações.

Do contrário, um plano simples com exames e consultas é suficiente. Se a família tem filhos, mas a mulher pretende engravidar novamente, não se esqueça de verificar a presença de cobertura obstetrícia.

Por fim, avalie se a família tem costume de viajar com frequência. Se sim, o ideal é apostar em um plano que tenha assistência em todo o país e mesmo no exterior, para garantir uma saúde bem cuidada em qualquer lugar e a qualquer momento.

E em relação a documentação?

A documentação do titular do plano de saúde familiar deve estar em dia. A operadora costuma repassar uma lista de todos aqueles que são necessários para o cadastro e orientar em relação a qualquer documento mais específico.

Da mesma forma, alguns dados dos dependentes serão solicitados, mediante comprovação. As exigências variam de acordo com o tipo de plano e as especialidades e demais detalhes que serão adquiridos dentro do pacote.

Uma vez realizada a contratação, basta verificar se existe algum tempo de espera para que os benefícios entrem em vigor ou se o plano pode ser usado de imediato. Para algumas especialidades, ele é liberado no mesmo momento, e para outras, por vezes é preciso aguardar. Pergunte por esses detalhes para não ficar na mão.

E então, gostou dessas dicas para contratar um plano de saúde familiar? Se elas foram úteis para você, compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais e confira mais em nosso blog!

 

Comentários no Facebook