Como cuidar de torções e músculos inflamados


 
Ao praticar esportes, seja em uma rotina fixa, aos fins de semana ou ocasionalmente, é preciso ponderar sobre o impacto que determinadas modalidades exercem no corpo. A intensidade de alguns treinos pode acarretar luxações, torções e inflamações nos músculos e tendões – sensações dolorosas e que comprometem atividades rotineiras.
 
Dentro desse contexto, nós, da Unimed Cascavel, gostaríamos de indicar algumas soluções tanto para prevenir como cuidar de lesões. Sabemos que o esporte transforma vidas, combate problemas como a depressão, traz qualidade para a rotina das pessoas, além da tão famosa endorfina. Então, nada mais justo do que orientar e auxiliar para que a prática siga saudável e promissora. Confira as nossas dicas a seguir:
 
Intercalar esportes de alta intensidade com exercícios cardiorrespiratórios
 
Corrida, musculação e crossfit podem ceder lugar a alongamentos e exercícios leves de Yôga. Isso porque você mantém uma rotina satisfatória de exercícios físicos, mas também toma cuidado para que aqueles que exigem mais impacto e esforço muscular não ocupem toda a carga de atividades e acabem desgastando o seu corpo. Isso sem falar que um treino intercalado é muito mais completo. Se os exercícios aeróbicos mais intensos melhoram a disposição e impulsionam o bom funcionamento do sistema respiratório, os de condicionamento ajudam a reduzir o estresse e melhoram a concentração. Sem excessos, a prevenção das lesões é mais efetiva.
 
Repouse, faça um escalda-pés, vá para a sauna… Relaxe!
Estipule um tempo para realizar as atividades, sem exceder muito os limites do seu corpo. Depois das atividades de alto impacto, procure deitar em uma posição confortável e relaxar por alguns minutos, antes de retomar outras partes da sua rotina. Colocar gelo nas áreas doloridas por cerca de vinte minutos contribui para aliviar a inflamação. Fazer um escalda-pés, por exemplo, ajuda no relaxamento dos músculos, depois de uma corrida. O calor da sauna, por sua vez, auxilia na prevenção de dores, além de aliviar os músculos e estimular a circulação. Se você descarregou todas as tensões no esporte, o autocuidado é essencial para se recuperar fisicamente.
 
Prevenção com suplementação alimentar
Suplementos alimentares, ao contrário do que muita gente pensa, não auxiliam somente no ganho de massa muscular. A manipulação de diversas substâncias pode ser grande aliada do organismo, sobretudo na prevenção e no tratamento de torções e outras inflamações musculares. O colágeno, por exemplo, impulsiona a flexibilidade e oferece uma espécie de suporte para as articulações. A cúrcuma longa, por sua vez, é ideal para auxiliar no tratamento das dores, já que tem ação anti-inflamatória. Por fim, o ômega-3, com seu efeito antioxidante, ajuda a prevenir o desgaste das cartilagens, impulsionando a recuperação dos tecidos. É importante, antes de qualquer coisa, consultar um profissional para informar sobre os seus objetivos e sobre os problemas que quer cuidar/prevenir. Só ele poderá indicar a melhor receita, com base no seu organismo.
 
Utilizar os equipamentos certos
Usar a roupa e o tênis e certos, bem como prestar atenção às cargas suportadas pelo corpo, são os primeiros grandes passos para prevenir o desgaste muscular. Mas a prática esportiva, seja ela intensa ou ocasional, pode vir acompanhada por outras alternativas. Existe uma gama de produtos ortopédicos no mercado que não só previnem lesões, como cuidam de dores e músculos inflamados. Entre talas, joelheiras, cotoveleiras. Consulte um especialista e veja qual tipo de material e qual é o produto ideal para treinar a flexibilidade muscular, oferecer suporte ao corpo para suportar certas modalidades e proteger regiões danificadas, cuidando das dores de forma adequada – seja por meio da imobilização ou da compressão da área.
 
Conversar com um médico do esporte
Por fim, e o mais importante de tudo: um médico especialista da área esportiva é a melhor pessoa para informar sobre as formas mais eficientes de prevenir lesões e de como tratá-las. Isso porque ele acompanha a sua rotina e observa de perto quais são os esportes praticados, quais medidas se adequam mais ao seu dia a dia e ao seu corpo, entre outros.
 
Tem mais alguma dica para compartilhar com os atletas? Então deixe o seu comentário aqui para nós! E claro: siga acompanhando o blog da Unimed Cascavel para mais dicas sobre saúde e qualidade de vida.
 
Fontes: Globo Esporte, Web Run, Hiperfarmac e SBIE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *