Alerta nas estradas: os perigos dos politraumatismos em acidentes de trânsito

As viagens de fim de ano e o consequente movimento nas estradas requerem cuidado especial de quem está atrás do volante. O excesso de velocidade e a distração com o uso do celular lideram as causas de acidentes automobilísticos. No Brasil, são aproximadamente 1,5 milhões de ocorrências por ano. 

De acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), os politraumatismos ortopédicos são a terceira causa mais frequente de hospitalizações por acidentes de trânsito. A maioria das lesões (73%) costuma ser em membros inferiores, especialmente entre motociclistas. Nesses condutores, a alta exposição das extremidades é causa frequente de luxações, contusões, traumas e fraturas. 

Já os politraumatismos nas regiões do tórax e membros superiores são as que mais demandam assistência ortopédica entre as vítimas de acidentes nas estradas. Outra área bastante atingida é a coluna vertebral. Em até 50% dos casos os pacientes apresentam danos associados, a exemplo de lesões pulmonares (20%) e abdominais (10%). Nessas situações, o pronto atendimento multidisciplinar é essencial para a correção de fraturas ou deslocamentos articulares, com participação de cirurgiões, enfermeiros, técnicos, fisioterapeutas, entre outros profissionais. 

Proteja-se

Além da direção cuidados em nome da responsabilidade pela vida, o uso do cinto de segurança é necessário para a preservação da saúde no trânsito. Apesar da ampla divulgação sobre a importância do item e da obrigatoriedade do uso por todos os ocupantes dos veículos, apenas 50,2% dos brasileiros têm o hábito de usar o cinto no banco traseiro, conforme pesquisa divulgada pelo Ministério da Saúde. Esse é um perigo que vai na contramão de outros estudos, que indicam o quanto o acessório é capaz de salvar vidas. 

A Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet) realizou uma série de testes e identificou que o cinto de segurança reduz em 45% o risco de morte para quem está nos bancos dianteiros e em até 75% para os passageiros do banco de trás. 

Viaje com segurança e volte para casa com saúde!

Cuidar de você. Esse é o plano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *