Antitabagismo: Unimed Cascavel alerta para os efeitos negativos dos ingrediente do cigarro

Um cigarro após o café pode lhe parecer um simples hábito que até entende fazer mal, mas cujos riscos você aceita. Talvez seja a hora de descobrir quais são os ingredientes que você coloca para dentro do seu corpo a cada tragada. 

Neste artigo, conheça alguns dos mais de 4.700 compostos químicos tóxicos que fazem parte da composição deste bastãozinho branco e perigoso que só lhe traz prejuízo. Preparado (a) para conferir?

Acetaldeído • Produto metabólico primário do etanol na sua rota de conversão para ácido acético. É um dos agentes responsáveis pela ressaca.

Acetona • Solvente inflamável.

Ácido cianídrico • Cianeto hidrogenado extremamente venenoso que bloqueia a recepção do oxigênio pelo sangue. Mata por sufocamento.

Acroleína • Composto com odor e sabor amargos, obtido pela desidratação da glicerina por bactérias.

Alcatrão • Resíduo viciante e tóxico que obstrui as vias respiratórias.

Amoníaco • Composto químico usado em produtos de limpeza.

Arsênico • Composto extremamente tóxico que mata por envenenamento.

Benzopireno • Substância cancerígena que facilita a combustão existente no papel que envolve o fumo.

Butano • Gás incolor, inodoro e altamente inflamável.

DDT • Agrotóxico.

Dietilnitrosamina • Composto que causa lesão hepática grave.

Fenol • Ácido corrosivo e irritante das membranas mucosas. Potencialmente fatal se for ingerido, inalado ou absorvido pela pele. Causa queimaduras severas e afeta o sistema nervoso central, fígado e rins.

Formol • Componente conservante que causa irritação aos olhos, nariz, garganta e pele. Tem potencial para causar mutações genéticas e câncer.

Mercúrio • Causa dor de estômago, diarreia, tremores, depressão, ansiedade, gosto de metal na boca, dentes moles (com inflamação e sangramento na gengiva), insônia, falhas de memória, fraqueza muscular, nervosismo, mudanças de humor, agressividade, dificuldade de prestar atenção e demência.

Chumbo e cádmio • Metais pesados que causam a perda de capacidade ventilatória dos pulmões, além de dispneia, fibrose pulmonar, hipertensão, câncer nos pulmões, próstata, rins e estômago.

Metanol • Álcool usado como combustível de foguetes e automóveis.

Monóxido de carbono • Gás tóxico que, combinado à hemoglobina do sangue, pode levar à morte por asfixia.

Naftalina • Substância volátil para matar traças.

Nicotina • Usada como herbicida e inseticida, tem cheiro desagradável e é venenosa. Provoca câncer nos pulmões.

Níquel • Armazena-se no fígado, rins, coração, pulmões, ossos e dentes. Causa a gangrena dos pés e danos ao miocárdio.

Pireno • Hidrocarboneto aromático cancerígeno.

Polônio • Elemento altamente radioativo e tóxico.

Antitabagismo 

O projeto do setor de Medicina Preventiva da Unimed Cascavel oferece encontros semanais para mostrar aos participantes que é possível parar de fumar. As reuniões abordam temas como a escolha do Dia D, métodos para parar, técnicas de respiração para controlar a ansiedade, orientação nutricional, manejos para trabalhar possíveis recaídas, os gatilhos e os sintomas de abstinência. 

Para participar, é preciso ser beneficiário (a) da Unimed Cascavel, ter mais de 18 anos ou, quando menores, é preciso estar acompanhado (a) por um responsável legal.

Para auxiliar no processo de cessação do hábito de tabagismo, a Unimed subsidia 80% do valor da medicação. Além disso, o projeto oferece acompanhamento com psicólogo, médico e nutricionista. Quem precisa, pode solicitar atendimento individual (em horário diferente do encontro semanal).  

Onde e quando?

Centro de Atenção à Saúde Unimed Cascavel (CAS) • Av. Tancredo Neves, 1189
Segundas-feiras, das 18h30 às 20h.

Mais informações:

• (45) 3099-4122
• WhatsApp: (45) 3038- 8989
projetosmedprev@unimedcascavel.coop.br

Achou este alerta importante? Compartilhe em seu perfil nas redes sociais. 

Cuidar de você. Esse é o plano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *